Que vai contratar recenseadores e agentes censitários para o Censo Demográfico 2022. Trata-se do maior processo seletivo do Brasil em quantidade de vagas e distribuição geográfica.

Em Goiás, são oferecidas 7.338 vagas no total, distribuídas em 246 municípios.
Para uma operação dessas proporções, o apoio dos municípios é essencial. Por isso, o IBGE conta com a parceria das prefeituras para divulgação por meio da mídia institucional, carros de som, rádios e impressos locais.

No cargo de recenseador, os salários variam conforme a produtividade e o número de residências visitadas pelo contratado. A taxa de inscrição é de R$ 57,50 e pode ser paga pela internet ou em qualquer banco até 16 de fevereiro.

A previsão é que os aprovados trabalhem por três meses na coleta domiciliar. A jornada de trabalho recomendável para os recenseadores é de, no mínimo, 25 horas semanais. Eles fazem seu próprio horário de trabalho.

Já para as funções de agente censitário, a taxa cobrada é de R$ R$ 60,50. A remuneração oferecida aos agentes censitários municipais é R$ 2.100, enquanto os agentes censitários supervisores devem receber R$ 1.700. Em ambos os casos, a jornada de trabalho é de 40 horas semanais.

As inscrições podem ser feitas pelo site da Fundação Getúlio Vargas (conhecimento.fgv.br), que organiza os concursos. Os candidatos podem concorrer aos dois processos seletivos, já que as provas dos recenseadores serão realizadas no turno da manhã e a dos agentes censitários, na parte da tarde.

Quanto mais empenho das prefeituras na divulgação, mais se beneficia a população, com oportunidades de emprego bem remunerado, e o próprio município, pois a realização do Censo é primordial para as políticas públicas.

Fonte: Departamento de comunicação da prefeitura

Data de publicação: 13/01/2022

Compartilhe!