No último dia 14 de novembro 2018, durante a 9ª edição da Semana Empreendedora, realizada pela Faculdade de Iporá – FAI, aconteceu a primeira edição do Prêmio Melhores Práticas da Sustentabilidade e o I Fórum de Educação Ambiental do Município de Iporá e região – FEAMIR 2018 – Agenda A3P de Ação Ambiental.

Trata-se de uma realização da Prefeitura Municipal de Iporá, Secretaria Municipal do Meio Ambiente (SEMMADES), Faculdade de Iporá (FAI) e Conselho de Defesa do Meio Ambiente (CODEMA), com a coordenação do Eng. Florestal Alexandre Teixeira Lopes, secretário de meio ambiente; a Prof.ª Marlúcia Pinheiro de Oliveira Caetano, coordenadora da FAI; o Prof. Dr. Marcello Rodrigues Siqueira, presidente do CODEMA; Tainara Costa de Sousa, representante dos acadêmicos da FAI. Nesta oportunidade foram apresentados e avaliados diversos projetos que foram divididos em duas categorias: Projetos 2018 e Projetos 2019.

Antes da premiação foi apresentado um vídeo documentário intitulado de “O Lixão de Iporá”, uma produção da Associação dos Trabalhadores em Reciclagem de Lixo da Cidade de Iporá-GO (ATREC) realizada com apoio da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (SEMMADES), Conselho de Defesa do Meio Ambiente (CODEMA), Rotary Club de Iporá, Universidade Estadual de Goiás e Faculdade de Iporá denunciando as diversas irregularidades e crimes ambientais praticados no local.

Na sequência, a bióloga Enery Martins, especialista em Educação Ambiental e inspetora de recursos naturais da SECIMA, apresentou palestra e fez algumas considerações sobre a questão dos resíduos sólidos no município tendo sido complementadas, posteriormente, pelo Eng. Florestal Alexandre Teixeira Lopes, Secretário do Meio Ambiente e pelo Prof. Dr. Marcello Rodrigues Siqueira, presidente do Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente (CODEMA) tendo afirmado que “o nosso maior projeto é acabar com o lixão de Iporá, implantar definitivamente a coleta seletiva, criar o consórcio intermunicipal de resíduos sólidos e garantir melhores condições de vida e trabalho para os catadores”. Após convidar e apresentar os catadores e novos membros da ATREC, todos foram aplaudidos de pé pelo público presente.

Depois, teve início a premiação. Na primeira categoria, Projetos 2018, logrou vencedor o “Projeto de Extensão: Mudança de Hábitos” desenvolvido pela equipe de professores e alunos do Curso de Tecnologia em Agronegócio do Instituto Federal Goiano, Câmpus Iporá. A saber: Maria Gláucia Dourado Furquim Sousa, Jose Carlos Sousa Júnior, Liliana Santos Silva Queiróz, Simone Ribeiro Peres e Patrícia Gonsalves Silva. Este projeto objetivou promover junto ao comércio local do município de Iporá, com foco na região central, a adoção do processo de seletividade básica no descarte dos resíduos sólidos, sendo o empresário o público alvo. Para a execução do projeto foram instalados coletores de materiais recicláveis em pontos estratégicos da cidade contribuindo para a promoção de melhores condições de trabalho aos agentes sociais ambientais ou “catadores”.

Na segunda categoria, Projetos 2019, foram premiados dois projetos desenvolvidos junto ao “Curso de extensão em educação ambiental: a questão dos recursos hídricos em Iporá e região”, realizado pela Universidade Estadual de Goiás, com a participação de acadêmicos da UEG, FAI e IF e coordenado pelo Prof. Dr. Marcello Rodrigues Siqueira e a Prof.ª Ma. Suzana Rodrigues Floresta

Em primeiro lugar, o projeto de extensão “Lago Pôr do Sol: Conhecer para Preservar” elaborado por Gabriel Rodrigues Lima, Glaucia da Silva Costa, Mailsa Santos Morais Leal e Mônica Rosa Dourado. O principal objetivo deste projeto é sensibilizar e mobilizar a população a fim de promover a preservação e conservação do lago Pôr do Sol. Para tanto, serão realizadas palestras, debates nas rádios, distribuição de cartilhas, divulgação de vídeos nas redes sociais e mutirões de limpeza.

O projeto de extensão “Implantação de um viveiro-escola como parte da educação ambiental no Parque da Cachoeirinha em Iporá-GO” apresentado por Jeovania Alves Rezende, Rafael Pereira dos Santos, Sarah Elohim Amorim Morbeck e Tainara Costa Sousa levou a melhor tendo conquistado dois troféus: Prêmio Melhores Práticas da Sustentabilidade (2˚ Lugar) e Prêmio Melhor Projeto de Educação Ambiental (1˚ Lugar), categoria recursos hídricos. Entre as principais ações a serem desenvolvidas por meio deste projeto, destacam-se: o estudo de impacto ambiental; a divulgação junto a sociedade via redes sociais e rádio; a busca de parcerias junto as escolas, faculdades e prefeitura; a construção do viveiro-escola; e a produção e distribuição de mudas. Este projeto conta como o apoio do Rotary Club Iporá.

Informa-se ainda que mais três projetos obtiveram Menção Honrosa. A saber: “Medidas para evitar o desperdício de água” de autoria de Almir Pinto Sousa Maranhão, Kelle Cristina Santiago, Laís Lopes Marques, Lorena de Andrade Machado e Vinicius Peixoto Carvalho; “Recuperação das nascentes no município de Iporá-GO” desenvolvido por Ariane Porto de Carvalho Gonçalves, Marcelo Sena Coutinho, Tallita Cordeiro da Cunha Fernandes, Tulio Rezende Ferraz e Valéria Mariano de Melo; e o projeto “Vila Sustentável” de Rafael Pereira dos Santos e Marcelo Pereira.

Fiquem atentos! O período chuvoso está de volta, e o mosquito da Dengue entra em ação, vamos continuar firmes junto com a Prefeitura Municipal na luta contra esse mal. Faça sua parte, ajude a combater o mosquito. Colabore também não colocando o lixo em árvores, ou nos canteiros centrais, utilize as lixeiras da Prefeitura ou Particulares. FAÇA A SUA PARTE!

Prefeitura Municipal de Iporá…O FUTURO É AGORA!